ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Menu Principal > Notícias



Unir contemplação e ação na vida de fé, pede o Papa Francisco no Ângelus
Postado em 23/07/2019, às 14:35:27
 

Comentando o Evangelho do Domingo, que narra a passagem da estadia de Jesus na casa de Lázaro e suas irmãs, Marta e Maria, o Papa Francisco convidou os cristãos a unirem “contemplação e ação” na vida quotidiana.

Em sua reflexão prévia à oração do Ângelus neste domingo 21 de julho na Praça de São Pedro no Vaticano, o Santo Padre comentou como o evangelista São Lucas narra a visita de Jesus à casa de Lázaro e destaca o diálogo entre Marta, sua irmã e o Senhor Jesus.

O Papa afirmou: “Elas o acolhem e Maria se senta a seus pés para escutá-lo; deixa aquilo que estava fazendo para estar perto do Jesus: não quer perder-se nenhuma de suas palavras”, contou.

Francisco pediu que os católicos imitem Maria, irmã de Lázaro, porque “também para cada um de nós, assim como para Maria, não deveria haver nenhuma ocupação ou preocupação que possa nos manter afastados do Divino Mestre”.

“Tudo se deixa de lado para que quando vier Ele nos visitar em nossa vida, sua presença e sua palavra chegam antes que qualquer coisa”, assinalou.

O Santo Padre sublinhou que “o Senhor nos surpreende sempre: quando nos colocamos a escutá-lo verdadeiramente, as nuvens se dissipam, as dúvidas deixam seu lugar à verdade, os medos à serenidade, e as diferentes situações da vida encontram seu justo lugar”.

A figura de Maria de Betânia aos pés de Jesus, explicou o Papa Francisco, “mostra a atitude orante do crente que sabe estar em presença do Mestre para escutá-lo e entrar em sintonia com Ele”.

“Trata-se de fazer uma parada durante a jornada, recolher-se em silencio para deixar espaço ao Senhor que ‘passa’ e encontrar a valentia de permanecer um pouco afastado junto a Ele, para, depois, retornar com maior serenidade e eficácia às coisas de cada dia”.

Ao elogiar o comportamento de Maria que, nas palavras do Jesus, “escolheu a melhor parte”, o Senhor “parece repetir a cada um de nós: ‘Não te deixes afligir pelas coisas por fazer, antes de mais nada, escuta a voz do Senhor para que desempenhes bem as obrigações que a vida te atribui”.

Além de Maria, o fragmento evangélico de São Lucas põe o foco na outra irmã de Lázaro, Marta. “São Lucas diz que foi ela que alojou Jesus. Possivelmente Marta era a mais velha das duas irmãs, não sabemos, mas certamente esta mulher tinha o carisma da hospitalidade”.

De fato, “enquanto Maria escuta Jesus, ela está ocupada em muitos serviços. Por isso, Jesus lhe diz: ‘Marta, Marta, tu trabalhas em excesso e te agitas por muitas coisas’. Com estas palavras Ele não busca condenar a atitude do serviço, mas sim o afã que vivemos em certas ocasiões”.

“Também nós compartilhamos a preocupação de Santa Marta e, sobre seu exemplo, nós nos propomos que, em nossas famílias e em nossa comunidade, se viva o sentido da acolhida, da fraternidade para que cada um possa sentir-se como em casa, especialmente os pequenos e os pobres”, afirmou.

Portanto, “o Evangelho de hoje nos recorda que a sabedoria do coração está, precisamente, no saber conjugar estes dois elementos: a contemplação e a ação. Marta e Maria nos indicam o caminho”, concluiu.

 
 

Artigo Visto: 28 - Impresso: 0 - Enviado: 0

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.radiodeusamavoce.com.br

 
 
Copyright 2014 - 2019 - www.radiodeusamavoce.com.br - Todos os Direitos Reservados
Sistema desenvolvido por www.espacojames.com.br

Acesso Webmail